Deputado Ságuas critica cortes feitos por Temer no Orçamento do Ensino Superior e Pesquisa

Em discurso na quinta-feira (10.08) na tribuna da Câmara, o vice-líder da bancada do PT, deputado federal Ságuas Moraes criticou o sucateamento promovido pelo ilegítimo Temer, nas Universidades Federais e na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), órgão responsavel pelo fomento da pesquisa científica no Brasil.

Ságuas citou o corte feito por Temer nos orçamentos: das Universidades e da CAPES. “O pagamento das bolsas dos pesquisadoras será suspenso por falta de verbas”, criticou. O deputado também comentou a crise vivida pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que deverá fechar o hospital universitário do Fundão, em razão da falta de repasses de verbas pela União.

“Segundo dados do movimento Conhecimento sem Cortes, a receita prevista para as Universidades Federais e para a Pesquisa é a mais baixa dos últimos 12 anos e fica menor ainda quando são somados os cortes em outros ministérios que impactam a produção do conhecimento”, denunciou.

Em contraste com a política do desmonte promovida por Temer, o deputado Ságuas citou os avanços na Educação, principalmente no Ensino Superior promovido pelos governos Lula e Dilma. ‘Antes do governo Lula o orçamento da Educação no Brasil era de R$ 16 bilhões. Nos governos Lula e Dilma o orçamento da Educação passou dos R$ 100 bilhões. Antes dos governos do PT o país possuia 3,5 milhões de universitários, em maio de 2016 eram mais de 7 milhões’.

Veja o discurso na íntegra.

 

Assessoria de Imprensa

Deputado Federal Ságuas Moraes (PT-MT)