Deputado Ságuas critica manobras feitas por Fachin para impedir liberdade de Lula

O deputado federal Ságuas Moraes (PT) veio a público nesta quinta-feira (05.07) mais uma vez repudiar a prisão do ex-presidente Lula. Ságuas também criticou as manobras feitas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin, para prejudicar o julgamento de recursos da defesa de Lula que pedem a libertação do petista.

Ságuas Moraes gravou um vídeo que está sendo compartilhado nas redes sociais, onde destaca que a perseguição contra Lula, seu julgamento e condenação sem crime e sua prisão ilegal tem como objetivo impedir sua candidatura a presidência da República. Segundo ele, parte do judiciário está empenhado em manobras inconstitucionais e ilegais para barrar a participação de Lula no processo eleitoral.

O recente recurso impetrado em favor da liberdade de Lula “foi negado pelo ministro Fachin, que deveria ter remetido esse pedido para julgamento na 2ª turma do Supremo, mas ele enviou para o Plenário, que deverá se reunir só depois do recesso forense em agosto ou setembro, para que de fato Lula não seja candidato”, criticou o deputado.

De acordo com Ságuas, mais de um terço da população brasileira conforme apontam todas as pesquisas de opinião querem que Lula volte a ser presidente da República. “Eleição sem Lula é fraude é o que afirma mais de 30% dos eleitores que querem votar nele. O presidente que mais reduziu a desigualdade social, que garantiu aos mais pobres uma melhor qualidade de vida. Isso incomodou as elites desse País e incomodou o Mercado Financeiro a ponto de tramarem através do juiz Sérgio Moro e de parte do Judiciário, um crime sem prova contra Lula”, denunciou.

“Apresentem uma única prova contra Lula. Se apresentarem ele não será candidato. Como Lula é inocente nós lutaremos por sua liberdade e por sua candidatura, que iremos registrar na Justiça Eleitoral no próximo dia 15 de agosto”, finalizou.

Confira o vídeo na íntegra.

Assessoria de Imprensa

Deputado Federal Ságuas Moraes (PT-MT)