Ságuas cita vitória política do PT na eleição e defende mobilização contra Governo Bolsonaro

Apesar de não ter disputado a reeleição, o deputado federal Ságuas Moraes (PT) destacou os resultados obtidos pelo PT no processo eleitoral. Além disso, classificou o futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) como continuidade do golpe e classificou sua política como fascista.

“Quero mais uma vez, agradecer todos os companheiros nossos, para que nós possamos continuar na luta, fazendo o enfrentamento a esse governo que dará continuidade ao golpe em nosso país para que, de fato, a gente possa garantir os direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores brasileiros. Vamos à luta com o Partido dos Trabalhadores, com a ampla frente democrática, vencer o fascismo em nosso país”, disse Ságuas em vídeo divulgado no aplicativo de troca de mensagens Whatts App.

Sobre os resultados eleitorais, Ságuas lembrou que o petista Fernando Haddad chegou ao segundo turno e obteve cerca de R$ 47 milhões de votos. Destacou ainda que o PT elegeu a maior bancada de deputados federais com 56 membros e a segunda maior de deputados estaduais com 90 integrantes, além de quatro governadores e a única mulher – Fátima Bezerra (RN).

O golpe que Ságuas se refere é o impeachment sem crime da ex-presidenta da República Dilma Rousseff (PT). Ao ser empossado, o então vice Michel Temer (MDB) iniciou uma agenda de reformas impopulares, como trabalhista e da previdência, que deve ter continuidade com Bolsonaro.

Mesmo deixando a vida pública, Ságuas elegeu a sucessora. A ex-secretária estadual de Educação Professora Rosa Neide (PT) foi eleita deputada federal com apoio do correligionário. (Com RDnews)

Confira o vídeo na íntegra.

Assessoria de Imprensa

Deputado Federal Ságuas Moraes (PT-MT)